6 de dezembro de 2009

Escolho ser feliz


Há momentos em que temos que escolher, agarrar o que temos e apenas isso nos poderá fazer feliz, ou arrisacar tudo que foi construido à procura de algo mais!
Não, não podemos ter tudo, mas seguramente afirmo que podemos e devemos tentar, pois menor é o arrepenndimento do que se fez do que viver na dúvida do que poderia ter feito. Essa dúvida, sim, é capaz de nos destruir ao poucos, principalmente se for tarde para voltar atrás, naquilo que deixamos escapar ou, de que fugimos com medo da dor que carregava uma decisão.
Apenas quero ser feliz. Não me prendam, não me julguem, quero viver cada dia como se fosse o último, aventurar-me e ver onde as minhas opçoes me podem levar.
E se alguma das minhas decisoes for mal tomada,e tudo correr mal, eu acharei sempre um lado positivo. Nada acontece por acaso, e será a isso que me agarrarei em busca de uma razão, um motivo para as coisas terem acontecido de tal modo. Pois, aquilo que não nos mata, torna-nos mais fortes, é nisso que me apoio, para me levantar por maior e mais dolorosa que seja a queda.
Contudo, em todas as escolhas há algo a perder ou a ganhar, para correr atrás de um único objectivo, de ser feliz.

2 comentários:

Ildianarte disse...

Parabéns! Gostei dos textos :)


Desejo te as maiores Felicidades.

Vais num bom caminho :)


Beijinhos


IS

Catas disse...

tu és sempre feliz, e és capaz de fazer os outros ainda mais felizes :) ly *